Pular para o conteúdo principal

Postagens

Vida e Obra de Gehad Hajar

Vida e obra de Gehad Hajar (e-cultura)

Postagens recentes

O racismo estrutural e a exclusão no âmbito das políticas culturais

Le Monde Diplomatique Crise cultura | Brasil por Rodrigo Juste Duarte 2 de agosto de 2022   (...) Cotas e políticas de inclusão na cultura A crítica à aplicação da LAB revelou a necessidade de formalização de políticas afirmativas e de cotas nas políticas culturais, em todos os níveis da União, Estados e Municípios. Zulu Araujo defende como um dos mecanismos (mas não o único) a adoção de cotas, denominadas por ele como “discriminação positiva”, conceito que teve suas raízes nas lutas raciais pelos direitos civis da população afroamericana nos Estados Unidos. Segundo ele, é uma medida necessária quando se tem um preconceito e uma discriminação arraigada no país. “Uma forma de fazer com que a diversidade cultural no país seja respeitada é protagonizar e dar a essas manifestações as mesmas condições que são dadas às demais. Para isso, é necessário serem tratadas com a discriminação positiva, que se chama cotas. Porque a manutenção do que se encontra hoje nas políticas públicas é, na verda

Ordem dos Músicos do Brasil do Paraná tem nova diretoria e recebe visita do Conselho Federal da OMB em Curitiba

Por Editor Paranashop  -11/07/2022 Confraternização de dirigentes do setor musical brasileiro, reunidos em Curitiba no tradicional boteco Maneko´s Bar. Da esquerda para a direita: Robson Couto (Advogado da OMB-PR), Gehad Hajar (Presidente do SEPED-PR, representante da Ópera), Guilherme Akira Ishicava (São Paulo, Vice-presidente do Conselho Federal da OMB), Danilo Lima (Presidente da OMB-PR), Gervásio Braz (Alagoas, Presidente do Conselho Federal da OMB), Samuka Júnior (Diretor de Comunicação da OMB-PR), Israel Costa (Tesoureiro da OMB-PR), Manoel J de Souza Neto (Coordenador nacional de políticas culturais do Conselho Federal da OMB), Roberto Caetano (Coordenador de segurança), Cônsul Marcelo Tito (Cônsul honorário do Hawaii, Diretor de Comunicações exteriores do Conselho Federal da OMB). A Ordem dos Músicos do Brasil (OMB), autarquia pública federal de caráter corporativo, criada pela lei 3857/1960, vem se renovando. No passado, a instituição teve gestões que sofreram a antipatia da c

TV Assembleia estreia atração dedicada à cultura paranaense. No primeiro programa, o fundador do Festival de Ópera do Paraná fala sobre o desenvolvimento e o atual momento do gênero no Estado.

No primeiro programa Cultura e Arte na Assembleia, o fundador do Festival de Ópera do Paraná, Gehad Hajar, fala sobre o desenvolvimento e o atual momento do gênero no Estado. Créditos:Orlando Kissner/Alep A TV Assembleia estreia nesta sexta-feira (08) em sua programação uma atração para estimular, apoiar e valorizar a arte, a cultura e personalidades paranaenses da área. O programa Arte & Cultura na Assembleia vai mostrar entrevistas e apresentações de artistas, músicos e personalidades ligadas ao setor cultural. Estas personagens vão compartilhar histórias, experiências e produções. A atração vai ao ar às sextas-feiras, às 11 horas, com reprises ao longo da semana. No programa de estreia, o Cultura e Arte na Assembleia recebe Gehad Hajar, fundador do Festival de Ópera do Paraná, considerado atualmente o maior evento lírico do Brasil, realizado gratuitamente por diversas cidades paranaenses e contando com produções brasileiras inéditas. Durante o bate-papo, Hajar falou sobre o surg

Teatro no Paraná recebe nome de deputado que apoiou a ditadura; artistas repudiam

Teatro municipal da cidade de Assis Chateaubriand receberá nome do ex-deputado Moacir Micheletto Ana Carolina Caldas Brasil de Fato | Curitiba (PR) | 24 de Junho de 2022 às 18:24 Teatro recebeu o nome de político que foi filiado à Arena, partido de sustentação do regime militar - PREFEITURA MUNICIPAL DE ASSIS CHATEAUBRIAND O dia nesta sexta-feira (24) deveria ser de festa para a cultura na cidade de Assis Chateaubriand, interior do Paraná, com a inauguração do teatro municipal da cidade. Porém, o espaço cultural, que teve investimento de R$ 10 milhões, receberá o nome do deputado federal Moacir Micheletto, defensor da ditadura militar . Artistas e entidades que representam o setor cultural paranaense destacam a importância do teatro, porém repudiam que o lugar receba o nome de um politico que nada fez pela arte e que foi defensor da ditadura. Micheletto morreu em 2012. “O Moacir Micheletto tem em seu currículo o apoio à ditadura militar que matou centenas de pessoas, entres essas, arti

TRIBUNAL DE CONTAS EXPÕE PROBLEMAS NA GESTÃO DA CULTURA EM AUDIÊNCIA NA ASSEMBLEIA

A Política Paraná 9 de junho de 2022 Foto: Orlando Kissner/Alep A Assembleia Legislativa do Paraná promoveu nesta quarta-feira (08/06) uma audiência pública para debater os desafios da Cultura no Paraná. Trabalhadores do segmento foram um dos mais atingidos pelos efeitos econômicos da pandemia, com perda de investimentos, recursos e postos de trabalhos. Durante o encontro, técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) apresentaram dados sobre a gestão da Cultura baseados em uma auditoria do órgão. O resultado foi uma série de recomendações à Secretaria de Estado da Comunicação e da Cultura do Paraná. Ao longo do debate, que contou com a participação de parlamentares e entidades que representam empregadores e trabalhadores da Cultura no Estado, representantes culturais pediram investigações mais aprofundadas sobre o assunto. Eles também solicitaram celeridade na tramitação de uma série de projetos de lei que beneficiam o setor cultural paranaense.   Foto: Orlando Ki

Representantes da área cultural cobram investimentos no setor

Representantes da área cultural cobram investimentos no setor Audiência Pública realizada pela Assembleia reuniu produtores culturais para debater melhores condições de trabalhos para classe artística. Audiência Pública realizada pela Assembleia reuniu produtores culturais para debater melhores condições de trabalhos para classe artística. Créditos: Orlando Kissner/Alep 1 A Assembleia Legislativa do Paraná promoveu nesta quarta-feira (08) uma audiência pública para debater os desafios da Cultura no Paraná. Trabalhadores do segmento foram um dos mais atingidos pelos efeitos econômicos da pandemia, com perda de investimentos, recursos e postos de trabalhos. Durante o encontro, técnicos do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) apresentaram dados sobre a gestão da Cultura baseados em uma auditoria do órgão. O resultado foi uma série de recomendações à Secretaria de Estado da Comunicação e da Cultura do Paraná. Ao longo do debate, que contou com a participação de parlamentares e e

Audiência pública sobre cultura é marcada por duras críticas às decisões do atual governo envolvendo o Teatro Guaíra e a Lei Aldir Blanc

“Teatro Guaíra está fadado a acabar”, diz ex-diretora sobre gestão de Ratinho Jr. Audiência pública sobre cultura é marcada por duras críticas às decisões do atual governo envolvendo o Teatro Guaíra e a Lei Aldir Blanc Por Rogerio Galindo Monica Rischbieter. Foto: Orlando Kissner/Alep Ex-diretora do Centro Cultural Teatro Guaíra, Monica Rischbieter fez denúncias sérias sobre a gestão da cultura no governo do Paraná nesta quarta-feira (8). As críticas ocorreram durante uma audiência pública sobre o tema, na Assembleia Legislativa. Segundo ela, os números mostram que o Guaíra corre sério risco de fechar caso a administração Ratinho Jr. (PSD) continue no rumo em que está. Rischbieter, que dirigiu o Teatro Guaíra por 12 anos, sendo exonerada em fevereiro deste ano, afirmou que o Guaíra tinha 367 funcionários no início dos anos 1990 e hoje tem apenas 115. Entre eles, ainda é preciso descontar cerca de 60 músicos da orquestra e dezenas de bailarinos para ver quantos funcionários administ

Curitiba pode ganhar Política de Inclusão ao Fomento Cultural

  Curitiba pode ganhar Política de Inclusão ao Fomento Cultural por Fernanda Foggiato | Revisão: Vanusa Paiva —  publicado  12/05/2022 15h40 A ideia é que artista de grupo excluído possa somar pontos na avaliação de projeto inscrito em edital. (Foto: Divulgação/Pixabay) As comissões da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) avaliam projeto de lei para criar a Política de Inclusão e Acesso ao Fomento Cultural. A iniciativa, apresentada pelo vereador Mauro Ignácio (União), pretende ampliar o acesso de artistas e de técnicos artísticos de grupos tradicionais, discriminados, vulneráveis e invisibilizados aos editais de incentivo à cultura disponibilizados pelo Município ( 005.00074.2022 ). “Os certames para escolha das propostas incentivadas com recursos públicos são amplamente excludentes e favorecem constantemente os mesmos proponentes”, alerta o autor. Ignácio diz que a ideia partiu do Sindicato dos Empresários e Produtores de Espetáculos de Diversões do Estado do Paraná (SEPED) [presidido

Paraná pode ter política de inclusão e acesso ao fomento cultural

Projeto apresentado na Assembleia Legislativa do Paraná visa facilitar o acesso de grupos culturais tradicionais, discriminados, vulneráveis e invisibilizados a recursos públicos de editais de fomento à cultura. Créditos:José Fernando Ogura/AEN O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) apresentou, nesta segunda-feira (11) na Assembleia Legislativa do Paraná, projeto de lei para facilitar o acesso de grupos culturais tradicionais, discriminados, vulneráveis e invisibilizados a recursos públicos de editais de fomento à cultura. O projeto é assinado em parceria com o deputado Michele Caputo (PSDB). Romanelli explica que a proposta surgiu de uma demanda apresentada pelo presidente do Sindicato dos Empresários e Produtores em Espetáculos de Diversões no Estado do Paraná, Gehad Ismail Hajar. “É uma ação inédita no país e importante para estimular a produção cultural, a manutenção das expressões culturais paranaenses e democratizar o acesso à cultura em todo o Estado”, diz Romanelli. Gehad defe

Teaser VII Festival de Ópera do Paraná

Apresentação do Programa - 1º Festival Nacional de Circo

Um festival para celebrar o riso Apresentamos o 1º Festival Nacional de Circo, celeiro a conglomerar e difundir a criatividade dos profissionais que mais fazem rir, da linguagem artística mãe de todas as demais, da mais popular e tenra arte.   As restrições impostas pela pandemia brecou toda classe de artistas, calou o riso, revogou a esperança.   Rir é preciso. E é preciso retomar.   Por isto um festival para cultuar a alegria. Ideia de quando no ápice da pandemia de covid-19 fomos chamados pela vereadora Dona Lourdes (1927-2021), de saudosa memória e já àquela época decana de todos os parlamentares brasileiros, que buscava dar socorro aos circenses impedidos do trabalho.   Queria ir além, a autora da primeira “Lei da Praça do Circo” no Brasil. Almejava um retorno seguro das produções. Sonhava que algo unisse o popular e o erudito, o simples e o rebuscado, o riso e o drama. Queria ela uma fusão de circo e ópera, aproveitando nossa expertise dos Festivais de Ópera do Paraná.   Sugerimo

Pela primeira vez, Festival de Ópera leva recital ao Circo da Cidade

A música é para todos 26/10/2021 14:00 Do Circo da Cidade à Capela Santa Maria, palcos da FCC recebem festival de ópera. Foto: Divulgação 1/2 Espaços da Fundação Cultural de Curitiba vão receber a programação do VII Festival de Ópera do Paraná, que acontece de 29 de outubro a 14 de novembro. Nesse período, os espetáculos, todos de graça, passarão por um circuito de palcos populares, eruditos e ao ar livre, em diferentes regiões da cidade. O festival começa pelo Circo da Cidade, no Alto Boqueirão, que está no roteiro pela primeira vez com recitais líricos populares, e termina na Capela Santa Maria, no Centro de Curitiba. O Teatro Novelas Curitibanas, o Oratório de Bach, o Bosque Zaninelli - Unilivre e o Colégio Estadual João Bettega também terão apresentações. Em dez dias de programação serão seis palcos diferentes (veja abaixo). Em todos os locais há limitação de público em razão dos protocolos de segurança sanitária e os ingressos ser retirados com antecedência pelo site do festival (

Apresentação do programa do VI Festival de Ópera do Paraná

Esta sexta edição do Festival de Ópera do Paraná foi programada para 2020 e cancelada às vésperas por conta do avanço pandêmico de covid-19. E já previa a exibição de uma programação operística digital e gratuita. Neste ano de 2021, com a possibilidade da retomada progressiva dos eventos, mas com restrições de público e aglomeração, a solução foi proporcionar apresentações consagradas e ultra-tecnológicas de forma a também proteger os espectadores. E oferecemos uma primorosa seleção de títulos consagrados, em produções europeias de excelência, com o alto apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba via Fundação Cultural de Curitiba e Instituto Curitiba de Arte e Cultura, a quem somos muitíssimo obrigados pelo prestimoso auxílio. A escolha de exibição ao ar livre nas telas do novel Coreto Digital calha em ótimo momento: este ano completa 135 anos da inauguração Passeio Público, pelas mãos do Visconde de Taunay, local onde em 1915 o prefeito Cândido de Abreu mandou erguer em art nouveau o

‘O Brasil perde muito por desprezar a cultura’, afirma Gehad Hajar

https://www.socialismocriativo.com.br/o-brasil-perde-muito-por-desprezar-a-cultura-afirma-gehad-hajar/ por:  Ana Paula Siqueira  Postado em: 27/07/2021 - 18:40 Atualizado em: 27/07/2021 - 18:40 “O que nos justifica como Estado é a cultura que nos une. Temos que entender a cultura como uma dimensão maior que a própria arte, maior que a linguagem artística. Temos que ver a cultura como nós mesmos.” É o que defende Gehad Hajar, pesquisador, produtor cultural, diretor teatral e editor. Ele foi o convidado do 8º debate sobre a Autorreforma do PSB, realizado na noite desta segunda-feira (26). Hajar é formado em direito, pedagogia, gestão pública e cinema. Foi conselheiro municipal e estadual de Cultura no Paraná. Ele também é o fundador do Coro Lírico de Curitiba, da Companhia Paranaense de Ópera e diretor-geral do  Festival de Ópera do Paraná , atualmente o maior evento lírico do país, totalmente gratuito e acessível. Preside o sindicato de Produtores e Empresários de Espetáculo do Paraná.

Cultura e Diversidade: um olhar atento às potencialidades brasileiras

Cultura e Diversidade: um olhar atento às potencialidades brasileiras 27/07/2021 Participante do 8º Debate da Autorreforma do PSB, realizado na noite desta segunda-feira (26), o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, criticou a visão liberal vigente no Brasil que reduz o papel do Estado na participação de políticas públicas culturais por “acreditar que o mercado pode resolver tudo”. “Vários temas já foram debatidos na proposta do novo programa e manifesto do PSB, mas a cultura é um tema muito apreciado pois é impossível pensar cultura sem pensar em diversidade, uma das riquezas do Brasil”, iniciou Siqueira. Para debater o tema “Cultura e Diversidade” com Siqueira, o partido convidou o pesquisador, produtor cultural, diretor teatral, regisseur, editor e professor, Gehad Hajar, que definiu a cultura como “biocêntrica”, ao afirmar que não é possível imaginar uma política cultural sem a participação do ser humano. “Aí está a importância da Autorreforma, a cada dia que passa suple

Trabalhadores da cultura vão receber auxílio emergencial no Paraná

Por Reportagem em 8 jul, 2021 às 15:31 O chefe da Casa Civil, Guto Silva, garantiu ao deputado Michele Caputo (PSDB) que os agentes culturais também serão incluídos na lista de atividades que têm direito a receber o auxílio emergencial no Paraná. Encontro de Guto Silva, Michele Caputo e representantes do setor cultural, nesta terça-feira (6), na Casa Civil, no Palácio Iguaçu, possibilitou a negociação de outros mecanismos para auxiliar os trabalhadores da cultura afetados pela pandemia de covid-19. “A cadeia produtiva cultural envolve mais de 400 mil pessoas, desde o pipoqueiro, bilheteiro, motorista de aplicativo, segurança, limpeza, ao ator e diretor. Além disso, há muitos trabalhadores autônomos. Um setor que foi o primeiro a parar e que talvez seja um dos últimos a voltar precisa ser urgentemente apoiado”, disse Michele Caputo. Atualmente, o auxílio é destinado a microempresas e microempreendedores individuais de 27 setores relacionados na Classificação Nacional de Atividades Econ